FenaPRF ingressa com ação contra obrigatoriedade de teste físico para PRFs em 2020

FenaPRF ingressa com ação contra obrigatoriedade de teste físico para PRFs em 2020

Fonte: FenaPRF

A FenaPRF protocolou nesta segunda-feira (14) processo judicial para garantir que os policiais rodoviários federais não sejam prejudicados caso não realizem o Teste de Aptidão Física em 2020. A ação visa proteger os PRFs que tiveram a preparação física prejudicada por conta da pandemia do novo Coronavírus.

Na ação, a FenaPRF solicita que a não realização do TAF não incida em prejuízos no programa EFI, no IFR na e ADI.

Memória
Em agosto, o sistema sindical dos PRFs realizou reunião com todo o conselho de representantes e diretoria da FenaPRF sobre o assunto. Foi deliberado que a Federação realizaria reuniões com o Departamento de Polícia Rodoviária Federal para tratar sobre a possibilidade de os policiais rodoviários federais não serem prejudicados caso não realizem o TAF. Ficou decidido também que caso não fosse possível o DPRF agir, a pauta seria judicializada.

Somente após as reuniões com os gestores da polícia o sistema sindical ajuizou ação judicial. O processo recebeu o número 1051601-47.2020.4.01.3400 e foi distribuído para a 3ª Vara Federal Cível da Seção Judiciária do Distrito Federal.