Instalação da Comissão Especial para debater a aplicação do Ciclo Completo de Polícia no Brasil

Instalação da Comissão Especial para debater a aplicação do Ciclo Completo de Polícia no Brasil

Na manhã desta quarta-feira, 16OUT, o SINPRFRJ se faz presente no Plenário 9, Anexo II, da Câmara dos Deputados,  para participar deste importante momento para a PRF e para cada PRF, que é a instalação da Comissão Especial para debater a aplicação do Ciclo Completo de Polícia no Brasil, apoiando os três deputados federais, PRFs, que indicamos para a Comissão Especial montada pelo Presidente da Casa Legislativa, o deputado Rodrigo Maia.

 

Os deputados PRFs Nicoletti, Fábio Henrique e José Medeiros, são os TRÊS membros da Comissão Especial instalada, que estarão falando em nome das 15 mil famílias PRFs no Brasil, que querem ver a PRF crescer em importância, podendo investigar, para que tenhamos, um dia, um final de carreira igual ou maior do que os delegados federais (R$ 33 MIL, hoje).

 

Do ponto de vista da sociedade brasileira, para além dos interesses de classe PRF, a implantação do Ciclo Completo de Polícia no Brasil é fundamental para que os vergonhosos índices de solução de crimes neste país, dez vezes menor do que nos países desenvolvidos, possam mudar e chegarem próximo do que é aceitável no mundo inteiro, fazendo com que este cenário de impunidade de 92 de cada 100 crimes contra a vida e de Impunidade de cada 99 de cada 100 crimes contra o patrimônio, possa ser semelhante ao do Chile, onde apenas dois de cada 100 crimes contra a vida ficam impunes e, por conseguinte, 98 de cada 100 crimes são solucionados pelo estado.

 

O Brasil precisa mudar esta realidade de Impunidade e a implantação do Ciclo Completo de Polícia é um passo fundamental para vivermos dias melhores nesta nação.

 

Restaram eleitos para a Presidência da CESP sobre o Ciclo Completo Integral de Polícia no Brasil o dep. Subtenente Gonzaga, PDT/MG, e como Relator o dep. Paulo Ganime, NOVO/RJ.

 

Att. Diretoria SINPRFRJ

 

Confira os documentos:

Primeiro documento

Segundo documento