Parlamentares garantem permanência da PRF no Ministério da Justiça

Parlamentares garantem permanência da PRF no Ministério da Justiça

Fonte: FenaPRF

A FenaPRF se reuniu, nesta quinta-feira (04), com os deputados federais Sanderson (PSL/RS) e Hugo Leal (PSD/RJ), dois importantes parlamentares defensores das polícias da União, para tratar sobre o impacto da possível recriação do Ministério da Segurança Pública no âmbito da Polícia Rodoviária Federal.

Os deputados estiveram reunidos mais cedo, junto a outros parlamentares ligados à segurança pública, com o presidente da república, Jair Bolsonaro e com o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, para tratar da recriação do Ministério da Segurança Pública.

De acordo com os parlamentares, ao contrário da pasta criada no governo de Michel Temer, o eventual futuro Ministério da Segurança Pública do atual governo apenas coordenará a articulação das políticas de segurança pública nos Estados, com atuação focada na coordenação e integração das forças de segurança dos Estados e Municípios com as políticas de segurança pública do Governo Federal, permanecendo as polícias da União – PRF, PF e Polícia Penal – mantidas e coordenadas pelo Ministério da Justiça.

A importância do posicionamento dos deputados se dá ao passo que Ubiratan Sanderson (PSL/RS) é vice-líder do Governo na Câmara dos Deputados, e Hugo Leal, além da boa relação com o Governo Federal, é presidente da Frente Parlamentar em Defesa da PRF e um conhecido defensor da segurança pública no Congresso Nacional.

Progressões e Promoções
O deputado Sanderson fez questão de assegurar aos representantes da FenaPRF que o entendimento do Governo Federal, com a garantia da presidência da república, é de que a Lei Complementar 173/2020 não impactará de maneira alguma a concessão de promoções e progressões aos PRFs e demais policiais da União.