SINPRFRJ participa de reunião sobre saúde mental na 5ª SRPRF

SINPRFRJ participa de reunião sobre saúde mental na 5ª SRPRF

Foi realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira, dia 11 de março, uma reunião para falar sobre a saúde mental dos servidores. O PRF Marcelo Ligiero, diretor do SINPRFRJ, participou representando o sindicato. O objetivo principal da reunião foi promover uma discussão sobre o assunto, trazendo conhecimento e mudanças de atitudes para auxiliar colegas e familiares que estejam com problemas de ordem psicológica.

Sabemos que as políticas de segurança pública não incluem a saúde mental dos agentes policiais em seu programa, fazendo o profissional de segurança pública, de maneira geral, viver à margem de programas existentes na área. Estudos comprovam que 80% dos policiais não se sentem reconhecidos pela sociedade nem pelos seus superiores. Segundo matéria publicada pelo site Metrópole, “o Grupo de Estudo e Pesquisa em Suicídio e Prevenção (GEPeSP) entrevistou, em 2015, por meio de um questionário on-line, 18.007 policiais de diversas instituições em todo território nacional. Desse total, 3.225 já haviam cogitado se matar e 650 chegaram a tentar suicídio. Estresse, desestímulo, jornada excessiva de trabalho e perseguição eram queixas presentes nos discursos de agentes que decidiram colocar um ponto-final à própria existência”.

 

Para o SINPRFRJ, a saúde mental de seus associados, ativos ou aposentados, sempre foi prioridade. Desde 2011, o sindicato disponibiliza atendimento psicológico de apoio ao associado. No decorrer destes oitos anos de atendimento, centenas de consultas foram realizadas e várias frentes de atendimento psicológicos foram oferecidos para grupos distintos, como: PNL para aposentados, palestras sobre Burnout na superintendência para PRFs ativos, atendimento emergenciais no consultório, etc. O SINPRFRJ teve participação ativa na reunião e, a partir dela vai desenvolver em parceria com a 5SRPRF um trabalho em conjunto com psicóloga contratada pelo sindicato – num primeiro momento – e, futuramente, pela contratação da 5SRPRF.