Sobre a Audiência Pública realizada na ALERJ

Sobre a Audiência Pública realizada na ALERJ

Ontem, 10JUN, o SINPRFRJ e outras entidades que compõem a UPB/RJ, promoveram uma Audiência Pública na ALERJ sobre a PEC 6/2019 e os impactos sobre os CIVIS da Segurança Pública.

 

Os resultados da Audiência Pública na ALERJ chegarão a Brasília não somente pela ilustre participação de deputado Hugo Leal, PSD/RJ, Coordenador da Bancada RJ no Congresso Nacional, mas também pelo compromisso do Presidente da Comissão de Segurança Pública da ALERJ de formalizar o envio dos debates ontem ocorridos na Audiência Pública para a Presidência da Câmara dos Deputados Federais em Brasília.

 

Nosso sindicato esteve muito bem representado na fala do Presidente Nelson Antônio (Mancha), que trouxe para todos os presentes na Audiência Pública uma visão atualizada dos bastidores de Brasília sobre a PEC 6/2019 e as reuniões ocorridas em 20MAI e em 04JUN entre a União dos Policiais do Brasil, UPB, e o Presidente da República Jair Bolsonaro; deixando claro que o presidente Bolsonaro, infelizmente, lavou as mãos, no pior estilo Pilatos, em relação aos CIVIS da Segurança Pública, deixando que a Equipe Econômica, comandada por Paulo Guedes, faça conosco, PRFs, PFs, PCs e demais CIVIS da Segurança Pública, o que ele, Guedes, quiser fazer. Debaixo das protetoras “asas presidenciais” só cabem os militares das FFAA e os PMs; não tem espaço para os CIVIS da Segurança Pública.

 

As esperanças dos CIVIS da Segurança Pública, agora, que o PR Bolsonaro demonstrou com clareza que não fará qualquer esforço para que as Emendas UPB sejam acatadas pelo Relator na Comissão Especial, dep. Samuel Moreira, PSDB/SP; estão depositadas nos Líderes Partidários e no compromisso destes Líderes de DESTACAR uma ou duas dentre as 35 Emendas apresentadas na CEsp PEC 6 em favor dos CIVIS da Segurança Pública e, por óbvio, não apenas no DESTAQUE, mas na aprovação, com o mínimo de 25 votos dos 49 votos da Comissão Especial.

 

No que depender do presidente Bolsonaro e do ME Paulo Guedes, o Brasil, a partir de 2020, terá, para os CIVIS da Segurança Pública:

 

_ A PIOR APOSENTADORIA POLICIAL DO MUNDO!

 

Agora é hora de focarmos na gestão política das Emendas UPB junto aos Líderes Partidários na Câmara e no convencimento dos 49 titulares e 49 suplentes, deputados federais, da CEsp PEC 6, porque o RELATÓRIO será apresentado nesta quinta-feira, 13JUN, e a votação na CEsp PEC 6 deste RELATÓRIO e dos DESTAQUES de Emendas deverá acontecer ou na última semana de junho ou na primeira semana de julho.

 

Temos que nos manter mobilizados e atentos nesta batalha em favor da manutenção da ISONOMIA de proteção social entre CIVIS e MILITARES da Segurança Pública, existente desde a constituição federal de 1946 mas que o presidente Bolsonaro quer quebrar, em 2019, em desfavor dos CIVIS da Segurança Pública no Brasil.

 

Avante UPB!

Márcio Azevedo – Delegado Representante SINPRFRJ

 

Confira o vídeo!