Dia internacional da Mulher

Dia internacional da Mulher

Hoje, dia 8 de março, é comemorado no mundo inteiro o Dia da Mulher. Muito além de flores, presentes ou homenagens, o tema trata, principalmente, de igualdade de direitos, combate à violência doméstica e discussão sobre relações profissionais, que deveria ser abordado o ano inteiro.

O SINPRFRJ vê, na data, a oportunidade de acentuar e amplificar a importância da presença feminina, não só na categoria PRF como policial, mas como na imagem da veterana, diretora, esposa, mãe, filha…

Para ressaltar o simbolismo do Dia Internacional da Mulher, o SINPRFRJ, através de sua diretora de comunicação Vivian Dias, visitou três grandes mulheres: a chefe da 2ª delegacia, PRF Renata Dutra, a PRF Veterana Bia Gaspary e a pensionista Dayse Baldi. Três mulheres, três histórias, três exemplos de vida.

Nossa primeira visita foi para a PRF Renata Dutra que nos recebeu com o carinho de sempre. Muito amável, ela é responsável pela 2ª delegacia, que tem um trecho com mais de 170 quilômetros e conta com aproximadamente 130 policiais. A veterana Bia Gaspary, que trabalhou na 2ª delegacia e foi diretora do SINPRFRJ na primeira gestão da Unir para Vencer, também foi homenageada. Linda e plena, esbanjando bom humor e otimismo, Bia é professora de ioga em Niterói, município em que mora. A pensionista Dayse Baldi, esposa do PRF Guaraci Baldi, foi a última homenageada, mas não menos importante. Dona Dayse é uma mulher ímpar, que distribui amor e afeto a todos, transbordando de alegria e energia. Hoje, inclusive, foi o dia da partida de seu companheiro de vida e ela ficou muito agradecida pela lembrança. Mal sabe ela que a gratidão é toda nossa!

A diretora de comunicação Vivian Dias com a PRF Veterana Bia Gaspary (direita)

A pensionista Dayse Baldi com a diretora de comunicação Vivian Dias e a ASCOM SINPRFRJ Marcia.

Conheça, abaixo, um pouco da história da mulher no cenário nacional (Fonte: FenaPRF)

MULHERES NO BRASIL

51% da população brasileira é composta de mulheres que, embora tenham nível de formação superior, ao dos homens, ocupam apenas 39,1% dos cargos gerenciais nas empresas, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – em 2011, essa proporção era de 39,5%.

Os dados apontam ainda que as mulheres recebem o equivalente a 3/4 do salário dos homens.

Mesmo trabalhando fora, as mulheres dedicam 18 horas por semana aos cuidados com o lar ou com a família (os homens, 10 horas).

MULHERES NA PRF

As primeiras cinco mulheres a ingressarem nos quadros da PRF foram empossadas em 1978, cinquenta anos, portanto, após a criação do órgão.

Em 2011, pela primeira vez, uma mulher chegou ao comando máximo da PRF. Maria Alice Nascimento Souza, que também foi a pioneira feminina como motociclista batedora, comandou a instituição até o começo de 2017.

Atualmente a PRF possui 1212 mulheres em seus quadros (contabilizando a carreira de apoio administrativo), que representam 10,53% do total de servidores, sendo 1009 o número de policiais, de um total de 10.993 PRFs.

Nesta data de reflexão, a FenaPRF saúda todas as mulheres, mas em especial, cada mulher que já contribuiu e ainda contribui para a construção da Polícia Rodoviária Federal como uma das instituições de segurança pública mais respeitadas e admiradas do país.